AltaVista
Google

20.2. Suporte a conjuntos de caracteres

No PostgreSQL o suporte a conjuntos de caracteres permite armazenar textos usando vários conjuntos de caracteres, incluindo conjuntos de caracteres de um único byte, como a série ISO 8859, e conjuntos de caracteres de vários bytes, como o EUC (Extended Unix Code), Unicode (The universal character encoding) e o código interno Mule (Multilingual Emacs). Todos os conjuntos de caracteres podem ser utilizados de forma transparente no servidor (Se forem utilizadas funções de extensão de terceiros, vai depender do código destas funções utilizadas ter sido escrito corretamente). O conjunto de caracteres padrão é selecionado durante a inicialização do agrupamento de bancos de dados do PostgreSQL, feito pelo utilitário initdb. Ao se criar um banco de dados através do utilitário createdb, ou através do comando CREATE DATABASE da linguagem SQL, pode ser escolhido um conjunto de caracteres diferente do padrão do agrupamento. Portanto, podem haver vários bancos de dados, cada um com um conjunto de caracteres diferentes.

20.2.1. Conjuntos de caracteres aceitos

A Tabela 20-1 mostra os conjuntos de caracteres disponíveis para uso no servidor.

Tabela 20-1. Conjuntos de caracteres do servidor

Nome Descrição
SQL_ASCII ASCII
EUC_JP EUC Japonês
EUC_CN EUC Chinês
EUC_KR EUC Coreano
JOHAB EUC Coreano (baseado em Hangle)
EUC_TW EUC Tailandês
UNICODE Unicode (UTF-8) [a]
MULE_INTERNAL Código interno Mule
LATIN1 ISO 8859-1/ECMA 94 (Alfabeto latino nº 1)
LATIN2 ISO 8859-2/ECMA 94 (Alfabeto latino nº 2)
LATIN3 ISO 8859-3/ECMA 94 (Alfabeto latino nº 3)
LATIN4 ISO 8859-4/ECMA 94 (Alfabeto latino nº 4)
LATIN5 ISO 8859-9/ECMA 128 (Alfabeto latino nº 5)
LATIN6 ISO 8859-10/ECMA 144 (Alfabeto latino nº 6)
LATIN7 ISO 8859-13 (Alfabeto latino nº 7)
LATIN8 ISO 8859-14 (Alfabeto latino nº 8)
LATIN9 ISO 8859-15 (Alfabeto latino nº 9)
LATIN10 ISO 8859-16/ASRO SR 14111 (Alfabeto latino nº 10)
ISO_8859_5 ISO 8859-5/ECMA 113 (Latino/Cirílico)
ISO_8859_6 ISO 8859-6/ECMA 114 (Latino/Arábico)
ISO_8859_7 ISO 8859-7/ECMA 118 (Latino/Grego)
ISO_8859_8 ISO 8859-8/ECMA 121 (Latino/Hebreu)
KOI8 KOI8-R(U)
ALT Windows CP866
WIN874 Windows CP874 (Thai)
WIN1250 Windows CP1250
WIN Windows CP1251
WIN1256 Windows CP1256 (Arábico)
TCVN TCVN-5712/Windows CP1258 (Vietnamês)
Notas:
a. UTF8 é a forma de codificação de caracteres especificada na ISO/IEC 10646-1, Anexo D (normativa), "UCS Transformation Format 8 (UTF-8)", na qual cada caractere é codificado de um a quatro octetos. (ISO-ANSI Working Draft) Foundation (SQL/Foundation), August 2003, ISO/IEC JTC 1/SC 32, 25-jul-2003, ISO/IEC 9075-2:2003 (E) (N. do T.)

Importante: Por engano, antes do PostgreSQL 7.2 LATIN5 significava ISO 8859-5. A partir da versão 7.2 LATIN5 passou a significar ISO 8859-9. Caso exista um banco de dados LATIN5 criado pela versão 7.1 ou anterior, e for desejado migrar para a versão 7.2 ou posterior, deve haver cuidado com relação a esta modificação.

Nem todas as APIs suportam todos os conjuntos de caracteres listados. Por exemplo, o driver de JDBC do PostgreSQL não aceita MULE_INTERNAL, LATIN6, LATIN8 e LATIN10.

20.2.2. Definição do conjunto de caracteres

O utilitário initdb define o conjunto de caracteres padrão para o agrupamento de bancos de dados do PostgreSQL. Por exemplo,

initdb -E EUC_JP

define o conjunto de caracteres padrão (codificação) como EUC_JP (Código Unix Estendido para Japonês). Pode ser utilizado --encoding em vez de -E, se for preferido digitar a forma mais longa das opções. Se não for fornecida nem a opção -E nem a opção --encoding, é utilizado SQL_ASCII.

Pode ser criado um banco de dados com um conjunto de caracteres diferente:

createdb -E EUC_KR coreano

Este comando cria um banco de dados chamado coreano que utiliza o conjunto de caracteres EUC_KR. Outra forma de se fazer é através do comando SQL:

CREATE DATABASE coreano WITH ENCODING 'EUC_KR';

A codificação usada no banco de dados é armazenada no catálogo do sistema pg_database. Pode ser vista utilizando a opção -l ou o comando \l do psql.

$ psql -l

        Lista de bancos de dados
Banco de Dados |  Dono   |   Codificação
---------------+---------+---------------
 euc_cn        | t-ishii | EUC_CN
 euc_jp        | t-ishii | EUC_JP
 euc_kr        | t-ishii | EUC_KR
 euc_tw        | t-ishii | EUC_TW
 mule_internal | t-ishii | MULE_INTERNAL
 regression    | t-ishii | SQL_ASCII
 template1     | t-ishii | EUC_JP
 test          | t-ishii | EUC_JP
 unicode       | t-ishii | UNICODE
(9 linhas)

Importante: Embora possa ser especificado para o banco de dados qualquer codificação desejada, não é recomendável escolher uma codificação que não é a esperada para o idioma escolhido. As definições de LC_COLLATE e LC_CTYPE implicam em uma determinada codificação e, por isso, é possível que as operações dependentes do idioma (como a classificação) interpretem de forma errada os dados que estiverem em uma codificação incompatível.

Uma vez que as definições de idioma são congeladas pelo utilitário initdb, a flexibilidade aparente de utilizar codificações diferentes em bancos de dados diferentes é mais teórica do que real. É provável que estes mecanismos sejam revistos em uma versão futura do PostgreSQL.

Uma maneira de utilizar várias configurações com segurança é definir o idioma como C ou POSIX ao executar o initdb acabando, assim, com qualquer preocupação real com relação a idioma.

20.2.3. Conversão automática do conjunto de caracteres entre cliente e servidor

O PostgreSQL suporta a conversão automática de conjuntos de caracteres entre o cliente e o servidor, para determinados conjuntos de caracteres. A informação de conversão é armazenada no catálogo do sistema pg_conversion. Podem ser criadas novas conversões utilizando o comando CREATE CONVERSION. O PostgreSQL possui algumas conversões pré-definidas, conforme mostrado na Tabela 20-2.

Tabela 20-2. Conversões de conjuntos de caracteres cliente/servidor

Conjunto de caracteres do servidor Conjuntos de caracteres do cliente aceitos
SQL_ASCII SQL_ASCII, UNICODE, MULE_INTERNAL
EUC_JP EUC_JP, SJIS, UNICODE, MULE_INTERNAL
EUC_CN EUC_CN, UNICODE, MULE_INTERNAL
EUC_KR EUC_KR, UNICODE, MULE_INTERNAL
JOHAB JOHAB, UNICODE
EUC_TW EUC_TW, BIG5, UNICODE, MULE_INTERNAL
LATIN1 LATIN1, UNICODE MULE_INTERNAL
LATIN2 LATIN2, WIN1250, UNICODE, MULE_INTERNAL
LATIN3 LATIN3, UNICODE, MULE_INTERNAL
LATIN4 LATIN4, UNICODE, MULE_INTERNAL
LATIN5 LATIN5, UNICODE
LATIN6 LATIN6, UNICODE, MULE_INTERNAL
LATIN7 LATIN7, UNICODE, MULE_INTERNAL
LATIN8 LATIN8, UNICODE, MULE_INTERNAL
LATIN9 LATIN9, UNICODE, MULE_INTERNAL
LATIN10 LATIN10, UNICODE, MULE_INTERNAL
ISO_8859_5 ISO_8859_5, UNICODE, MULE_INTERNAL, WIN, ALT, KOI8
ISO_8859_6 ISO_8859_6, UNICODE
ISO_8859_7 ISO_8859_7, UNICODE
ISO_8859_8 ISO_8859_8, UNICODE
UNICODE EUC_JP, SJIS, EUC_KR, UHC, JOHAB, EUC_CN, GBK, EUC_TW, BIG5, LATIN1 até LATIN10, ISO_8859_5, ISO_8859_6, ISO_8859_7, ISO_8859_8, WIN, ALT, KOI8, WIN1256, TCVN, WIN874, GB18030, WIN1250
MULE_INTERNAL EUC_JP, SJIS, EUC_KR, EUC_CN, EUC_TW, BIG5, LATIN1 até LATIN5, WIN, ALT, WIN1250, BIG5, ISO_8859_5, KOI8
KOI8 ISO_8859_5, WIN, ALT, KOI8, UNICODE, MULE_INTERNAL
ALT ISO_8859_5, WIN, ALT, KOI8, UNICODE, MULE_INTERNAL
WIN874 WIN874, UNICODE
WIN1250 LATIN2, WIN1250, UNICODE, MULE_INTERNAL
WIN ISO_8859_5, WIN, ALT, KOI8, UNICODE, MULE_INTERNAL
WIN1256 WIN1256, UNICODE
TCVN TCVN, UNICODE

Para ativar a conversão automática entre os conjuntos de caracteres, deve ser informado ao PostgreSQL o conjunto de caracteres (codificação) que se deseja utilizar no cliente. Existem diversas maneiras de fazer:

Se não for possível converter um determinado caractere — suponha que seja escolhido EUC_JP para o servidor e LATIN1 para o cliente, então alguns caracteres Japoneses não poderão ser convertidos em LATIN1 — este caractere será transformado nos valores hexadecimais de seus bytes entre parênteses como, por exemplo, (826C).

20.2.4. Leitura adicional

Abaixo estão mostrados bons lugares para começar a aprender os vários tipos de sistema de codificação.

ftp://ftp.ora.com/pub/examples/nutshell/ujip/doc/cjk.inf

Estão mostradas na seção 3.2 explicações detalhadas sobre EUC_JP, EUC_CN, EUC_KR e EUC_TW.

Unicode Home Page

O sítio na Web do Consórcio Unicode

RFC 2044

Onde o UTF-8 é definido.

SourceForge.net Logo CSS válido!